header logo pt

10 perguntas sobre ensaios que deve colocar ao seu médico

Ask your doctorParticipar num ensaio clínico pode ser uma boa opção, mas é muitas vezes difícil encontrar um ensaio clínico adequado para si.

Para encontrar ensaios clínicos:

  • Fale com o seu médico, pois poderá haver um ensaio clínico disponível no seu hospital.
  • Pergunte se existem outros ensaios em hospitais próximos.
  • Procure ensaios online.
  • Contactar a organização de pacientes no seu país pode ser um excelente recurso para o reencaminhar para ensaios clínicos que estejam disponíveis.
Se estiver a considerar participar num ensaio clínico, o médico responsável irá fornecer-lhe informações detalhadas sobre o ensaio. Estas incluirão informações escritas e uma reunião pessoal. Também se irá reunir com o coordenador do estudo, frequentemente um enfermeiro experiente, que também falará sobre o ensaio ao pormenor. Além disso, serão fornecidas informações cuidadosamente elaboradas sobre o ensaio. Leve essas informações consigo, leia-as atentamente com os seus familiares ou cuidadores e anote quaisquer questões que tenha sobre o ensaio para as colocar ao médico e coordenador do estudo da próxima vez que se reunir com eles.

Se estiver a pensar participar, recorde-se do seguinte:

  • Não se promete que o ensaio clínico será adequado para si; os ensaios clínicos são organizados de forma rigorosa e as pessoas podem ser excluídas da participação num ensaio por motivos aparentemente triviais.
  • A decisão de participar num ensaio clínico cabe exclusivamente a si. Não se deve sentir pressionado pelo seu médico ou família. Antes de participar, deve garantir que compreende o ensaio e que todas as suas dúvidas foram esclarecidas.
  • Ser diagnosticado com cancro é um momento muito desgastante e algumas pessoas consideram que a incerteza adicional de um ensaio clínico é demasiado para considerar; preferem receber o melhor tratamento padrão disponível.
  • Pode abandonar um ensaio clínico ("anular o consentimento") em qualquer altura durante o ensaio sem dar qualquer motivo para a sua decisão.
  • Não será penalizado se decidir não participar num ensaio clínico ou se decidir abandoná-lo mais tarde.

Para o ajudar a tomar a sua decisão, tem aqui 10 perguntas sobre ensaios clínicos que pode colocar ao seu médico.

  

Perguntas a colocar sobre o ensaio

1. Qual é o objetivo deste ensaio?

a. De que forma está o ensaio relacionado com o meu estado de saúde?
b. Como poderei beneficiar do ensaio?
c. Quais são os prós e contras de participar?

2. Quanto tempo e esforço estarão envolvidos?

a. Quantas consultas e testes terei de realizar?
b. As deslocações que terei de fazer serão longas?
c. Terei de me deslocar com um cuidador ou parceiro?
d. Terei de pagar as minhas deslocações ou quaisquer outras despesas?
e. Quanto tempo durará o ensaio?

3. Alguns pacientes receberão um placebo?
a. Se eu estiver no grupo do placebo, receberei o novo tratamento no final do ensaio?
(Nota: Os ensaios sobre cancro renal raramente têm um grupo de placebo.)
 
4. O que acontece se eu quiser abandonar o ensaio antes de ele terminar?

Questões a colocar sobre o novo tratamento

5. O novo tratamento já foi testado noutros ensaios?

a. Quais foram os resultados?
b. O que se sabe acerca dos riscos e efeitos secundários?
c. Como é administrado o novo tratamento – é um comprimido (quantos?) ou uma injeção (com que frequência?)?

6. Como saberei se o tratamento está a funcionar?

7. Se o tratamento funcionar no meu caso, posso continuar a tomá-lo após a conclusão do ensaio?

Questões a colocar sobre os cuidados que lhe serão prestados

8. Quem será responsável pelos meus cuidados de saúde durante o ensaio?

a. A quem ligo em caso de emergência ou se eu tiver dúvidas?

9. O que acontece em relação aos meus cuidados de saúde após a conclusão do ensaio?

a. O que acontece em relação aos meus cuidados de saúde se o ensaio terminar precocemente por algum motivo?

10. Quais são as minhas opções para além deste ensaio?

a. Que tratamento e cuidados receberei se decidir não participar?
b. Existem outros ensaios que possam ser melhores para mim?
 

Questões que outros pacientes colocaram

1. Qual é o novo tratamento? Funciona? É seguro?

2. Por que acha que ele é melhor do que o tratamento existente?

3. O tratamento do ensaio vai ajudar-me? Como saberei que funcionou?

4. Poderá ser pior do que o tratamento padrão?

5. Quais são os efeitos secundários do novo tratamento em comparação com o tratamento existente

6. Foi testado noutras pessoas? Provocou muitos efeitos secundários? Ajudou alguém?

7. Como será administrado o novo tratamento? O que é que ele implica? Com que frequência terei de ir ao hospital para realizar testes ou consultas?

8. Que tratamento receberia se eu não consentisse com o ensaio clínico?

9. Que tratamento poderei receber se o tratamento do ensaio clínico não funcionar para mim? Posso mudar para o novo tratamento se primeiro tiver de tomar o tratamento antigo e ele não funcionar?

10. Serei notificado sobre os resultados quando o ensaio terminar e os dados forem publicados?

11. Se o ensaio exigir a colheita de amostras de tecido, o que acontece a esse tecido e outras pessoas podem ter acesso ao mesmo? Será disponibilizado a outras pessoas quando o ensaio terminar?

12. Outras pessoas terão acesso aos meus dados enquanto eu participar no ensaio ou quando o ensaio terminar?

13. Existe algum tipo de acompanhamento de longo prazo e, se sim, com que frequência é realizado?

14. Os resultados do ensaio serão disponibilizados publicamente para qualquer pessoa que deseje vê-los, ou seja, haverá uma publicação aberta?

15. Poderei continuar a receber tratamentos suplementares/complementares durante a participação no ensaio?

16. Serei mantido numa pequena jaula? Terei de correr numa passadeira? Posso comer cenouras em vez de alface (não gosto de alface)? Vou ser uma cobaia neste ensaio?
Está bem, admitimos que esta última pergunta não é uma pergunta frequente, mas convém recordar que os pacientes nunca são cobaias nos ensaios clínicos!